Ciclo “Música na Natureza” decorre no Porto Santo

A secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, estará presente na sexta-feira, dia 14, pelas 20h30, no Miradouro do Furado Norte – Morenos, no Porto Santo, no arranque do ciclo “Música na Natureza”. Esta é uma iniciativa que surge integrada nas comemorações alusivas aos 600 Anos do Descobrimento da Madeira e Porto Santo.

O ciclo, que começa amanhã e termina domingo, é de entrada livre e inclui três actuações, todas em plena natureza, em palcos naturais, duas em Miradouros, ao pôr-do-sol e uma ao nascer do sol, na Pedreira. “No primeiro dia, no Miradouro do Furado do Norte, será a vez do Quarteto Moritz encantar o público, pelas 20.30 horas, no mesmo horário que, no sábado e no Miradouro das Flores, entrará em cena o Projecto Trigo. O programa encerra no próximo domingo, dia 16 de Junho, ao nascer-do-sol, na Pedreira, com o Fennel Shore, pelas 7.00 horas”, refere uma nota.

A primeira actuação prevista para amanhã apresenta um conjunto de composições originais para braguinha mas, também, composições de Carlos Paredes e outras do século XIX, que serão acompanhadas por viola, rajão, viola de arame, baixo e teclados. No segundo concerto, as composições a apresentar são de autores madeirenses, com voz, viola acústica e viola eléctrica. Já no último dia, ao nascer-do-sol, na Pedreira, o jazz e a bossa nova serão os estilos dominantes, acompanhados por teclados, guitarra e bateria.

“Através da realização deste ciclo de concertos, que conjuga a natureza com a música, pretende-se manter a aposta na descentralização dos eventos, de forma a chegar ao maior número de pessoas, como tem sido, aliás, um dos vectores da programação dos 600 Anos, a que se junta, neste caso em concreto, a mais-valia enquanto cartaz de animação também turística para a Ilha do Porto Santo”, refere uma informação à comunicação social.