Canoagem adaptada promove acesso ao desporto náutico

Uma informação do Clube Naval do Funchal dá conta de uma “manhã memorável para os cerca 30 jovens dos Centros de Actividades Ocupacionais de S. Pedro, Santo António, Câmara de Lobos e do Serviço de Apoio à Deficiência Profunda”, no VII Encontro Regional de Canoagem Adaptada.   No K2 feminino, venceu  a dupla do CAO Santa Cruz, Vera Freitas e Catarina Gonçalves; em segundo lugar, também de Santa Cruz, situaram-se Margarida Fernandes e Liliana Freitas. O terceiro lugar desta competição coube às utentes do CAO Funchal, Ana Lisarda e Jéssica Sofia.

Ainda nas equipas, mas já nos masculinos, os grandes vencedores foram Tony Freitas e Paulo Lira, do CAO Funchal. No segundo lugar ficou Carlos Miguel e Carlos Barradas também do CAO Funchal, e no terceiro lugar ficou Nídia e André Capelo, do Centro de Actividades Ocupacionais de Câmara de Lobos.

Marcelo Melim, Vice-Comodoro do CNF participou na cerimónia de entrega de prémios juntamente com Augusta Aguiar, presidente do Instituto de Segurança Social da Madeira.  “Sendo o desporto uma das melhores formas de inclusão social” tal como afirmou Augusta Aguiar para o CNF é sempre com “grande alegria” que as portas do clube são abertas para este tipo de actividades, afirmou o Vice-Comodoro do CNF que sublinhou ainda o papel do clube enquanto instituição de utilidade pública na promoção do desporto náutico junto de toda a comunidade madeirense. O evento foi organizado pelo Clube Naval do Funchal e contou com o apoio da Associação Regional de Canoagem da Madeira, conclui a nota de imprensa.