Incêndio em Notre-Dame dado como extinto, mundo une-se para reerguer o monumento

A Catedral à luz do dia. Foto Le Monde
Capa da edição especial do jornal francês Le Monde.

Depois do incêndio que destruiu a Catedral Notre-Dame, em Paris, a luz do dia trouxe a realidade. Se o mundo concentrou atenções ontem, com as chamas a invadirem o emblemático monumento à escala mundial, hoje é tempo de pensar no futuro, na forma como reerguer um património de valor incalculável, um valor patrimonial, mas também afetivo, quer para a devoção, quer enquanto valor cultural da humanidade.

Os bombeiros consideraram extinto o incêndio, a UNESCO já disponibilizou ajuda, um grupo privado também, milhões de pessoas, em todo o mundo, ficaram sensibilizadas com o sucedido, atingindo um edifício histórico na Semana da Páscoa, um momento em que a Catedral registava, sempre, um foco muito especial dos milhares de visitantes diários.