Jerónimo agita na Madeira “bandeira de influência” do PCP na governação nacional

“O que os eleitores são chamados é a eleger deputados seja para o Parlamento Europeu, para a Assembleia da República ou para a Assembleia Legislativa Regional”, disse esta noite Jerónimo de Sousa.
Edgar Silva pede voto na CDU.
O PCP realizou esta noite o jantar-comício dos 98 anos.

Jerónimo de Sousa, o líder nacional do PCP, veio hoje à Madeira lembrar que “não há medida positiva nestes últimos anos que não tenha tido a intervenção decisiva do PCP e da CDU. Muitas vezes vencendo a resistência e mesmo a oposição por parte do Governo PS”. Foi com este “puxar de galões” na influência da governação da República que o secretário-geral comunista esteve esta noite, na Ribeira Brava, no jantar-comício comemorativo dos 98 anos do partido. “Os aumentos das pensões de reforma, a valorização dos abonos de família, a devolução de salários e pensões roubadas, a eliminação da sobretaxa do IRS, a eliminação do corte no subsídio de desemprego, o descongelamento na progressão das carreiras dos trabalhadores da Administração Pública. São apenas alguns exemplos do que resultou da nossa intervenção”, disse para a plateia de militantes e apoiantes.

jJerónimo disse que “hoje está mais claro a importância do papel da CDU, mais claro que é elegendo mais deputados pela CDU que é possível, não só assegurar que o que foi conquistado não é retirado, como abrir perspectivas para uma política alternativa, capaz de dar resposta mais plena aos problemas do País e às aspirações dos trabalhadores. Há quatro anos desmontámos com a nossa iniciativa essa mentira imensa que quer transformar as eleições que servem para eleger deputados em eleições para primeiro-ministro ou como aqui na Madeira para Presidente do Governo Regional. Pura e grande mentira. O que os eleitores são chamados é a eleger deputados seja para o Parlamento Europeu, para a Assembleia da República ou para a Assembleia Legislativa Regional”.

Ricardo Lume o candidato da CDU Madeira na lista nacional às eleições europeias.

Também aqui na Madeira, diz o líder do PCP, “vimos quanto importante é as pessoas não se deixarem enganar. Há quatro anos faltaram meia dúzia de votos para eleger o terceiro deputado, esse deputado que retirado ao PSD o teria impedido de manter maioria absoluta.

Com as eleições europeias a cerca de dois meses, o secretário-geral do PCP lembra que “os três deputados eleitos pela CDU que lá estiveram no Parlamento Europeu fizeram mais pela Madeira, defenderam mais a Madeira do que a dúzia e meia de deputados do PS e do PSD que lá estão e que também fizeram mais pela Região do que os deputados do PS e PSD que moram na região. Aliás o mesmo se passou na Assembleia da República onde foi pela mão do PCP que se garantiu o apoio para o novo hospital, ou as medidas de apoio à produção regional, seja à Sidra, seja ao Mel de Cana”.

O coordenador do PCP na Madeira, Edgar Silva, disse que “este ano temos pela frente exigentes desafios político – eleitorais. É uma grande batalha com diversas etapas. Em cada uma das eleições o mesmo objectivo: dar mais força à CDU! E esse compromisso começa já em Maio, nas Eleições para o Parlamento Europeu. Em cada uma das eleições que se avizinham o que está em causa é dar mais força a quem defende um Novo Rumo capaz de romper com as políticas de exploração e de empobrecimento. Neste sentido, cabe-nos esclarecer que não basta mudar de caras, é necessária a mudança de políticas, é necessário dar mais força à CDU”.

Ricardo Lume é o candidato comunista madeirense na lista nacional do PCP. E hoje, no aniversário do partido, considerou que “dar mais força à CDU é garantir que existe no Parlamento Europeu quem defenda as ultraperiferias dentro das ultraperiferias, sejam elas geográficas, sociais ou laborais, pois existem partidos que na europa dizem-se muito preocupados com a condição da Madeira, como região ultraperiférica, mas quando estão a governar o país, a região ou as autarquias, não dão qualquer resposta as ultraperiferias que existem dentro do nosso país e da nossa região”.