PSD-M quer reforço de meios na Madeira por causa do “Brexit”

Os deputados do PSD-Madeira à Assembleia da República exigiram ao Governo Central explicações sobre a estratégia nacional para minimizar os impactos do Brexit nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo e sobre o reforço dos funcionários aduaneiros nas duas ilhas.

De acordo com Sara Madruga da Costa, “atualmente são bem evidentes as carências de trabalhadores aduaneiros na Alfândega, nos portos e nos aeroportos da Madeira e do Porto Santo, imagine-se num futuro próximo com o Brexit e com a eventual saída do Reino Unido da União Europeia”.

Para a Deputada madeirense, “o reduzido número de funcionários aduaneiros na Madeira, mas especialmente no Porto Santo, é neste momento bastante preocupante, bem como a ausência de medidas efetivas da República para minimizar os impactos do Brexit na Região”.

“É por isso inquietante que Lisboa ainda nada tenha feito a este respeito, para além dos habituais anúncios que tardam em concretizar-se” referiu a deputada social-democrata, numa alusão ao anúncio de contratação de sessenta funcionários para as alfândegas de todo o país efetuado pelo Primeiro Ministro no início deste ano.