MPT contra a forma como CMF está a lidar com transferência de famílias do bairro da Penha de França

O MPT veio contestar o modo como a CMF está a gerir transferência das últimas famílias do Bairro da Penha de França para outros bairros sociais, considerando que a mesma tem sido feita “de forma desumana e pouco criteriosa, até mesmo muito duvidosa”.

“As famílias que ainda ali se encontram são aquelas que pediram igualdade de tratamento no seu realojamento, em troca têm sido ignorados e até mesmo maltratados, pois estão hoje num bairro onde o vandalismo e a insegurança são uma constante e alvo de várias denúncias por parte das pessoas que ali ainda residem”, garante este partido.

O Partido da Terra aforma que irá apresentar este problema já na próxima Assembleia Municipal e se necessário apresentar um voto de protesto pela forma como estes munícipes vêm sendo tratados.

“Não podemos deixar de referir que o presidente da CMF, Paulo Cafôfo, mentiu a estes inquilinos, quando prometeu realojá-los no Bairro dos Viveiros, o que não veio a acontecer”, insiste o dirigente Roberto Vieira.