Albuquerque visita obras da Cota 500

Albuquerque Cota 500O gabinete de comunicação da presidência do Governo Regional anunciou, hoje, que amanhã, 12 de janeiro de 2019, pelas 11 horas, Miguel Albuquerque visita as obras em curso na Cota 500, estrada regional que permitirá o acesso entre o Vasco Gil e a Ribeira, bem como ligação desta via até à estrada Comandante Camacho de Freitas. A empreitada da primeira fase tem um valor contratual de 41.966.491,80 euros, sendo que “grande parte já está concretizado (e pago). Por fazer e pagar estão os 500 metros finais”, aponta a nota de informação.

“Com uma extensão total prevista de 4.230 metros, a Cota 500 foi projetada para ser executada em duas fases, a segunda das quais permitiria o acesso entre o Lombo dos Aguiares e a Fundoa. A primeira fase, que agora será concluída, previa a execução dos primeiros 1.700 metros do troço, entre o Vasco Gil (na ER 107 de acesso ao Curral das Freiras) e o Lombo dos Aguiares, incluindo as ligações à rede municipal, nomeadamente ao Caminho da Barreira, ao Caminho do Trapiche, ao Caminho do Laranjal, Caminho do Curral Velho, Caminho do Laranjal Pequeno e ao Caminho do Lombo dos Aguiares”, dá conta o mesmo apontamento.

A Quinta Vigia recorda que “com a suspensão da empreitada, na sequência da implementação do PAEF, não foi possível concluir os trabalhos no troço que permitiria efetuar a ligação ao Caminho do Lombo dos Aguiares. Por este motivo, atualmente a Cota 500 termina com uma ligação direta ao Caminho do Laranjal Pequeno, uma artéria com características muito precárias, dado que existem locais onde duas viaturas ligeiras não conseguem cruzar-se”, referindo que “o troço por executar no âmbito da primeira fase tem uma extensão de cerca de 500 metros, compreendendo a conclusão dos trabalhos do viaduto V4 e V5, do túnel 2, da designada ligação 6 (ligação ao Caminho do Lombo dos Aguiares) e da passagem superior de peões 1, que restabelece a Vereda do Lombinho, cuja ligação foi recentemente reposta de forma provisória”.

e

O troço em falta representa um investimento de 7,7 milhões de euros, a que acrescem 1,5 milhões de euros para a ligação entre a Cota 500 e a estrada Comandante Camacho de Freitas, num investimento global de 9,2 milhões de euros.

Refira-se ainda que a ligação da Cota 500 à Estrada Comandante Camacho de Freitas irá garantir uma melhoria substancial das acessibilidades à zona alta de Santo António, uma vez que elimina o estrangulamento que constitui a atual ligação ao Caminho do Laranjal Pequeno, garantindo a fluidez normal de tráfego entre o Vasco Gil e a Rua do Campo do Marítimo, bem como das seis ligações viárias, nomeadamente ao Caminho da Barreira, ao Caminho do Trapiche, ao Caminho do Laranjal, ao Caminho do Curral Velho, ao Caminho do Laranjal Pequeno e ao Caminho do Lombo dos Aguiares.

A ligação da Cota 500 à Estrada Comandante Camacho de Freitas, incluindo a beneficiação do Caminho da Ribeira Grande, “será executada em coordenação com os trabalhos de regularização da Ribeira S. João, cofinanciada por fundos comunitários (PO-SEUR), cujo concurso será lançado brevemente”.