Gado já não vai para o Parque Ecológico mas Raimundo mantém Providência Cautelar para salvaguardar o futuro

Parque ecológico do FunchalA Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal fala em mudança de opinião da Autarquia depois deste movimento associativo ter reagido contra a intenção da Câmara do Funchal de permitir gado no Parque Ecológico, o que já não vai acontecer, pelo menos para já.

Na sua página do Facebook, o líder da Associação, Raimundo Quintal, diz que apesar do recuo, mantém-se a Providência Cautelar, já interposta, “porque o importante é impedir a criação de gado no Parque Ecológico neste momento e no futuro. Os funchalenses preocupados com a qualidade do ambiente e a sua segurança, não podem permitir que continue uma gestão irresponsável no Parque Ecológico”.

O Jornal PÚBLICO revelou, ontem, quarta feira, através de declarações do director do departamento de Ciência e Recursos Naturais da autarquia, José Carlos Marques, que se tratava “de uma medida de excepção, para dar resposta a problemas graves [fome motivada por falta de pasto] que afectavam um rebanho”, adiantando que essa solução já não irá avançar”.