Paulino Ascensão critica viagens dos presidentes do Governo Regional e da CMF

O coordenador do Bloco de Esquerda na Madeira, Paulino Ascensão, emitiu um comunicado no qual critica o facto de o presidente do Governo Regional viaja para a África do Sul (pela terceira vez), e de o presidente da Câmara do Funchal ter viajado a Londres. “Qual a utilidade destas deslocações para além de servirem de pretexto para aparecem na televisão e nos jornais? Em que se distingue a actuação de um e do outro?”, questiona.

“Deveriam prestar contas sobre o custo das viagens e o benefício estimado para os madeirenses, se é que há algum. O benefício que é perceptível por todos é que as viagens permitem dar nas vistas, fazem notícia, mas isso não é governar é promover a sua imagem pessoal, é propaganda”, fulmina.

“O presidente do Governo em vez de dar festas na Quinta Vigia aos emigrantes retornados da Venezuela, melhor destino dava a essas verbas se as canalizasse para quem precisa, para quem não pode pagar um bilhete de avião para sair da Venezuela ou fazer chegar medicamentos a quem não os encontra”, conclui a nota de imprensa assinada pelo coordenador do BE.