“ReCriando Lares” dá “ferramentas” às famílias para a qualidade de vida

Madalena Nunes recriandoA vereadora Madalena Nunes, que tem o pelouro do Desenvolvimento Social na Câmara Municipal do Funchal, apresentou, esta tarde, a 3ª edição do projeto “ReCriando Lares”, no bairro social da Quinta Josefina. O projeto tem como objetivo a aquisição de competências relacionadas com a gestão doméstica e familiar, sendo dinamizado pela SociohabitaFunchal.

Madalena Nunes destacou, na ocasião, “o grande sucesso do Recriando Lares até agora, com resultados nas mais diversas áreas. É, por isso, um prazer estar aqui hoje, para dar início a mais uma fase de aprendizagem dos nossos utentes, estimulando os laços afetivos dentro da nossa comunidade, através da autovalorização e da descoberta pessoal e familiar.”

A iniciativa municipal procura dotar as famílias de ferramentas importantes para o seu dia-a-dia, em áreas como a nutrição, a educação parental ou a gestão do orçamento familiar, “com uma equipa no terreno que acompanha a evolução dos utentes, potenciando resultados visíveis a nível comportamental, no enquadramento social e na aplicação prática dos conhecimentos adquiridos.”

Madalena Nunes enfatizou, por fim, o contributo de projetos como este para a mudança social: “o nosso objetivo é conseguirmos ter um impacto real junto dos nossos munícipes, fornecendo ferramentas que influenciem positivamente a sua qualidade de vida. Perante as necessidades diagnosticadas no universo dos complexos habitacionais do Município, considerámos que esta seria uma iniciativa especial, e com um carácter distinto, muito familiar e próximo da comunidade, e acredito que é isso que tem feito toda a diferença.”

ada edição do “ReCriando Lares” tem a duração de oito meses. Os primeiros seis meses são de componente teórico-prática e os dois restantes para acompanhamento individualizado das famílias apoiadas neste projeto. Durante a formação serão abordados vários temas, como desenvolvimento pessoal e social, educação parental, nutrição, culinária, higiene, segurança, gestão do orçamento familiar, planeamento familiar e prevenção da violência doméstica.