CDU defende habitação social e outros temas como prioridades para o próximo Orçamento da CMF

A CDU, na sequência de uma reunião mantida com o vice-presidente da CMF, apresentou hoje as prioridades que, em seu entender, devem constar do próximo Orçamento da Câmara Municipal para 2019.

A deputada municipal, Herlanda Amado, enunciou algumas das prioridades que devem ser dadas particular atenção na preparação do próximo Orçamento. “Muitas das preocupações colocadas hoje na reunião, fazem parte de um conjunto de reivindicações que as populações nos fazem chegar e consubstanciamos em propostas”, disse. “Algumas dessas propostas, já aprovadas muitas delas, têm demorado a sair do papel. Voltámos a colocar como prioridade o aumento das intervenções nas acessibilidades nas zonas altas e super altas do concelho do Funchal, com o reforço efectivo da rubrica para esta área”.

A CDU entende ser necessário dar seguimento à proposta de resolução aprovada em Assembleia Municipal de 30 de Abril, garantindo que a população continue a usufruir da Praia Formosa, garantindo a construção de infraestruturas para a melhoria desta zona balnear de excelência (estacionamentos e melhoria das zonas balneares tornando-as mais aprazíveis para todos).

Já no caso da habitação, e tendo em conta o grande deficit habitacional existente no concelho, “não nos podemos contentar com as intervenções que a Autarquia tem feito nesta área, porque são significativamente insuficientes”, opinou.

Herlanda Amado considerou igualmente necessária a definição de metas concretas para lançar no concelho a construção de mais habitação social. Nesta área, esta força política defende também a necessidade de uma intervenção estrutural em todos os bairros sociais sobre a gestão do Município.