Comando da PSP informa sobre a sinistralidade rodoviária; 65 acidentes de viação na RAM na última semana

A PSP dá conta da apreensão, com a colaboração da esquadra da Calheta, de quatro armas de fogo ilegais.

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira veio informar sobre a sinistralidade rodoviária verificada no período compreendido entre os dias 10 e 16 de Agosto. Segundo a autoridade policial, ocorreu um total de 65 acidentes de viação na R.A.M., distribuídos pelos seguintes concelhos: Funchal (31), Câmara de Lobos (6), Ribeira Brava (5), Calheta (1), Porto Moniz (1), São
Vicente (1), Santana (3), Machico (5), Santa Cruz (9) e Porto Santo (3).
Este número de sinistros resultou num total de 32 feridos ligeiros (13 no Funchal, 2 em Câmara de Lobos, 2 na Ribeira Brava, 1 no
Porto Moniz, 2 em São Vicente, 6 em Santana, 2 em Machico, 3 em Santa Cruz e 1 em Porto Santo) e 1 morto no concelho de
Machico.
As tipologias dos referidos acidentes de viação foram as seguintes: colisão (43), despiste (15), atropelamentos (5), e outros (2).
O combate à sinistralidade rodoviária continua a ser uma das grandes prioridades da PSP, o qual é efectivado através de um
incremento da visibilidade policial, eminentemente preventiva, e de várias acções locais, de cariz eminentemente educativo e
preventivo, que são implementadas em todos os concelhos da Região, através das esquadras concelhias e destinadas a um
público muito abrangente, diz a Polícia.
“Cumulativamente, garantimos uma fiscalização permanente e intensiva do comportamento dos condutores, através de operações
de fiscalização específicas e mais incisivas, relativamente aos vários factores considerados de risco, potenciadores do aumento
dessa mesma sinistralidade rodoviária”, refere a autoridade em comunicado de imprensa.
“Neste âmbito, e durante o referido hiato temporal, desenvolvemos uma série de operações de fiscalização rodoviária, que
resultaram na materialização de 12 detenções por condução sob o efeito do álcool (3 no Funchal, 5 em Câmara de Lobos, 3 na
Ribeira Brava e 1 em Porto Moniz), 1 detenção sem habilitação legal no Funchal e 2 detenções por desobediência (recusa em
efetuar o teste de alcoolemia (Ponta do Sol) e condução de veículo, estando o condutor inibido de o fazer pelo período de 12
horas. Havia sido detido momentos antes por condução sob o efeito de álcool (Câmara de Lobos)”.
O Comando Regional da P.S.P. da Madeira aconselha aos peões que, para a sua segurança, atravessem sempre nas passadeiras.