Fornos tradicionais montados na praia para um conceito de restauração económico de sopa e pão com chouriço

Caseira, prática e económico, uma refeição light para todos os bolsos, assim é “A Merendeira”. Fotos FN.

“A Merendeira” é um conceito light de restauração que está cada vez mais a ganhar adeptos, sobretudo nas zonas com grande afluxo de turismo. Combatendo, de certa forma, a fast food, é uma posta numa certa gastronomia tradicional nortenha, no formato mais básico, com o aliciante de ser muito económica.

Dois fornos a lenha montados em plena estância balnear da Praia da Rocha, em Portimão.O chamariz é “Sopa e pão com chouriço!”, num menu básico com um custo de 3,50 euros. AS filas para almoço e jantar, formada por todos os estratos etários, mostram bem que os turistas querem refeições ligeiras e, sobretudo, a baixo custo.

Pão com chouriço vindo diretamente dos fornos tradicionais.

Há 3 anos na Praia da Rocha, com três empregados a servir desde o meio dia até às 2 da madrugada, é sempre a despachar a clientela. A gerência trabalha sem tréguas, com  altas temperaturas e muitas solicitações. A oferta surgiu primeiro em Lisboa e está a expandir-se a outras zonas do país.

Por pouco mais de cinco euros, o menu torna-se mais completo e passa a incluir, além da sopa e do pão de casa com chouriço, o refresco e a sobremesa, o também típico e muito procurado arroz doce, à moda antiga.

Os comerciantes vizinhos não reclamam. Há mercado para todos, em tempo de grande procura turística, se bem que no ano transacto, dizem eles, o afluxo de pessoas foi inquestionavelmente mais significativo.