Quinto rapaz resgatado da gruta na Tailândia

A operação de resgate dos rapazes tailandeses encurralados numa gruta na Tailândia continua bom ritmo: as autoridades daquele país anunciaram que um quinto rapaz foi salvo. É mais um a juntar-se aos quatro que já conseguiram sair ontem, depois de um período de interregno para descanso dos mergulhadores especializados da equipa de socorro e para reabastecimento das garrafas de ar comprimido colocadas ao longo do percurso.

Recorde-se que os rapazes que compõem a equipa de futebol tailandesa dos “Wild Boars”, que joga a nível distrital naquele país asiático, e o seu treinador ficaram bloqueados na gruta a 23 de Junho, depois de a mesma ter sido inundada por chuvas torrenciais. Na semana passada e após numerosas buscas, os rapazes foram encontrados finalmente, por dois mergulhadores ocidentais, especializados em mergulho de espeleologia. O salvamento pelo longo caminho de regresso, muito complicado porque os rapazes não sabem nadar e teriam de percorrer múltiplos trechos do caminho debaixo de água, foi em frente por medo de que as águas subissem novamente, e porque o oxigénio na caverna foi descendo para percentagens perigosas. Ontem quatro rapazes saíram finalmente daquele longo e escuro pesadelo, que os obrigou inclusive a passar nove dias no escuro, sem comer, antes de serem detectados pela equipa de salvamento.

Agora, o contacto físico com os familiares e amigos deve ser evitado durante um período de tratamento no hospital, porque, conforme disseram as autoridades, há risco dos enfraquecidos rapazes serem contaminados por uma infecção, antes de recuperarem totalmente.

Neste momento, ainda falta retirar sete crianças da gruta, e bem assim o seu treinador de futebol.

A informação de um quinto rapaz tinha sido retirado da caverna foi avançada por um oficial da marinha tailandesa e corroborada pelo jornal britânico “The Guardian”.