Grupo da Boa Nova lança caderno dedicado à ‘enciclopédia viva’ Eleutério Nóbrega

O Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova irá apresentar no próximo sábado, dia 5 de maio, no Auditório do Centro Cívico de Santa Maria Maior, pelas 10:00 da manhã, o Caderno N.º 4, da Coleção “O Trilho”, do Núcleo Museológico de ” Arte Popular”, intitulado “Eleutério Gonçalves Martins de Nóbrega – Um Enciclopédia Viva” – Mourisca com História.

A autor é Danilo José Fernandes, com  prefácio de Thierry Proença dos Santos, edição do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova.

Esta publicação está aliada ao projeto do Núcleo Museológico da Instituição, inaugurado há onze anos a esta parte e conta já com cinco trabalho publicado nos últimos dois anos.

Eleutério Gonçalves Martins de Nóbrega, Nasceu a 20 de Fevereiro de 1948, no sítio do Farrobo de Cima, freguesia de São Gonçalo (atualmente de Santa Maria Maior).

É uma das raras pessoas que ainda tem o talento e sabedoria de contador de histórias, numa sociedade cada vez mais ecuménica.

“Nós sabemos que este género de narrador está em vias de extinção e já não podíamos dar o “luxo” de adiar para amanhã o que podemos fazer hoje, porque o amanhã poderia ser demasiado tarde”, revela uma noat de imprensa hoje divulgada.

A edição tende como principal objetivo, legar às gerações vindouras os conhecimentos ancestrais na área da etnografia (principalmente do cancioneiro), que eram as vivências do quotidiano dos seus antepassados, assim como do nosso povo.

O caderno será apresentado pelo o autor Danilo José Fernandes, que regista nove trabalhos editados.

A tiragem contou com os apoios dos Municípios da Ribeira Brava, Câmara de Lobos e Machico e das Juntas de Freguesia de Santa Maria Maior e de São Gonçalo.