Porto Santo associou-se à iniciativa “Laço Azul”

Porto Santo laços A
O Porto Santo associou-se à iniciativa de âmbito nacional.

O Município do Porto Santo e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e Jovens do Porto Santo associaram-se à Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens e desenvolveram, no Largo do Município, uma iniciativa, com mais de 250 crianças das escolas do 1.º Ciclo do concelho, com o intuito de assinalarem o mês de abril como o mês de Prevenção dos Maus Tratos na Infância, através da campanha “Laço Azul”.

As diversas entidades juntaram-se para realizar uma pequena caminhada que teve o seu início no Externato de N.ª Sr.ª da Conceição até ao Centro da Cidade e contou com a colaboração das três escolas oficiais da ilha e culminou com a realização de um laço humano gigante que embelezou a iniciativa. Participaram no evento, além do presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, Idalino Vasconcelos, a presidente da Assembleia Municipal, Fátima Silva, a presidente da Junta de Freguesia, Joselina Melim, a delegada escolar, Emília Silva, bem como os diretores das diversas instituições escolares.

Em representação do Instituto da Segurança Social, esteve presente, a coordenadora regional das Comissões de Proteção Carolina Pinho que enfatizou a iniciativa, que é um motor da sensibilização e da prevenção, em primeira instância, do bem-estar das crianças.

Idalino Vasconcelos acompanhou todo o percurso e referiu que o Município do Porto Santo associou-se à iniciativa nacional, da Prevenção dos Maus Tratos na Infância, ao lado da CPCJ Porto Santo, com o intuito de “chamar a atenção toda a sociedade para essa problemática e referir a importância de contribuir para o bem-estar e felicidade das crianças, por parte de todos nós, adultos. O dever dos eleitos é contribuir para refletir sobre estes assuntos e fazer tudo o que está ao nosso alcance para tornar as crianças mais aptas e mais felizes”.