Sindicato da Hotelaria assinala amanhã o aniversário do 18 de abril de 77

Hotelaria 77Faz amanhã 41 anos desde que o Funchal viveu um dos dias mais tensos do pós 25 de abril. Estávamos então em 1977, ainda a viver a histórica revolução de 74, em pleno Período Revolucionário Em Curso, conhecido por PREC, que os mais antigos recordam bem pela vivência e que os mais novos vão sabendo pela história e pelas lutas então travadas. A concentração foi na sede do Sindicato da Hotelaria, então na Rua das Hortas, onde em discussão estava a liderança, considerada à época defensora dos independentistas da FLAMA e das entidades patronais.

A carga policial na Avenida Zarco, a que nem conseguiram escapar alguns que se refugiaram na estação dos CTT, ficou marcada para sempre, estendendo-se pela Placa Central.

E este dia foi de tal modo relevante que o Sindicato da Hotelaria na Região assinala, todos os anos, o acontecimento, em memória do dia em que, como refere num comunicado, foi reposta a democracia no seu seio sindical, dando assim força às lutas então desenvolvidas num Portugal ainda “criança” democraticamente falando.

A estrutura regional do Sindicato da Hotelaria comemora o 18 de abril de 77, amanhã pelas 19.30 horas, no Restaurante a Encumeada, na Serra D’Água, Ribeira Brava, onde serão homenageados 39 trabalhadores, 20 mulheres e 19 homens, pelos 25 anos de sindicalização. No sábado, 21 de abril, haverá idêntico encontro mas no Porto Santo, destinado a sindicalizados daquela ilha.