Serrada da Velha de Ponta Delgada estende-se até ao Porto Moniz

A tradição volta a cumprir-se nesta quarta-feira à noite no sítio da Primeira Lombada , em Ponta Delgada.  À tarde, haverá uma acção de divulgação no Centro de Ciência Viva de Porto Moniz.

Decorre na quarta-feira, 7 de Março, no sítio da Primeira Lombada, em Ponta Delgada, mais um ritual da Serrada da Velha, uma tradição de origens ancestrais que na Região se mantém em exclusivo nesta localidade da costa Norte da ilha da Madeira.

A concentração está marcada para as 20 horas junto ao Bar A Vereda, que em conjunto com a Junta de Freguesia de Ponta Delgada tem a seu cargo a organização do evento e do cortejo satírico, em que se inclui a leitura do “testamento” da “velha” e que percorrerá as principais artérias da freguesias e para o qual todos são convidados a participar fazendo uso do que tenham à mão para fazer barulho, pois uma das características deste ritual social é precisamente o “enxotar” dos “maus espíritos” do Inverno que caminha para o seu fim, dando início a um novo ano agrário, simbolizando a passagem do velho para o novo.

Prestando apoio à divulgação do evento através do projecto “Brincos de Ponta – Práticas do Património Cultural Imaterial de Ponta Delgada”, realizado em parceria com a AMC Xarabanda, a Associação ACANGA informa que realizará no mesmo dia durante a tarde uma acção de divulgação do projecto no concelho vizinho de Porto Moniz, estando marcada para as 15 horas no Centro de Ciência Viva uma visita guiada à exposição “20 Anos na Memória: Gangorra ao Som do Pife” que neste espaço inaugurou no passado dia 16 de Fevereiro, seguida de sessão multimédia com foco no ritual da Serrada da Velha, que acontece nessa mesma noite. O acesso a esta sessão é livre para o público em geral.

Recorde-se que o projecto Brincos de Ponta iniciou actividade no passado ano de 2017 com o intuito da promoção e divulgação das práticas exclusivas da freguesia de Ponta Delgada no que concerne ao seu Património Cultural Imaterial, havendo produzido duas exposições documentais que têm percorrido diversos espaços de exposição na Região, levando a diversos públicos o conhecimento da Cultura local de Ponta Delgada.

A organização do evento em Ponta Delgada convida à participação do público em geral no cortejo a realizar bem como no momento de convívio onde serão servidas “galinhas guisadas com vinte anos”, complementando o aspecto satírico do evento.

Com prováveis origens nas reminiscências da tradição trovadoresca das cantigas de escárnio e maldizer, esta prática ancestral é conhecida há muito em todo o território português e ocorre ainda na actualidade representada em diversos locais ainda que possa variar a sua denominação ou métodos utilizados. A Serração da Velha, Serra a Velha (ou Serrada da Velha, como é vulgarmente designado em Ponta Delgada) “é um costume já muito antigo de apupo às mulheres idosas, próprio da Quarta-feira da terceira semana da Quaresma.” (CABRAL, 195:1991). “É uma antiga tradição popular, integrada nos rituais de passagem, ligada ao simbolismo da regeneração e renovação, havendo uma multitude de leituras que podem ser feitas a partir desta prática: a crítica a tudo o que é velho e a sua destruição para dar lugar ao que é novo; tipo de celebração da “expulsão da morte”, que marca, no limiar da Primavera, o renascer do novo ano agrário; são várias as opiniões que a entendem como sendo a personificação do ano velho; relacionamento com a personificação da Quaresma, da qual marca o meio; a irreverência da Serração da Velha contrastante com a austeridade da Quaresma, sendo que aí está grande parte da sua força enquanto enquanto momento de crítica social; a Serração da Velha como um singular e incompreensível desaforo; como representação de um vestígio de um antigo acto mágico que consistia em expulsar o Inverno para ele não molestar os homens; claro ritual de crítica social onde a figura da velha resume os males do grupo, sendo a Serração da Velha uma celebração que consiste numa manifestação ruidosa, com intenção trocista e provocatória dirigida pela juventude masculina local contra as mulheres velhas.”

“Embora existam registos que indicam que a prática da Serrada da Velha ocorria também na freguesia dos Canhas, concelho da Ponta do Sol, não temos informações de na actualidade esta prática ainda persistir nesta localidade, pelo que segundo as informações  recolhidas pela Associação Xarabanda, o sítio da Primeira Lombada, na Ponta Delgada, é a única localidade da Madeira que mantém esta prática”, conclui o comunicado.