Paulo Cafôfo inaugurou “Aldeia Natal” no Largo do Colégio

 

O edil funchalense Paulo Cafôfo, inaugurou hoje no Largo do Colégio a segunda edição da “Aldeia Natal”, um espaço de entretenimento dedicado às crianças, com um calendário de actividades para a quadra natalícia.

“Depois do sucesso do ano passado, a Câmara Municipal do Funchal volta a transformar a Praça do Município, em parceria com a ACIF, em mais uma medida dedicada às famílias funchalenses, mas com o propósito claro de dinamizar a nossa economia local, neste caso, criando sinergias com o comércio tradicional, que será um parceiro activo do evento, com ofertas, descontos e surpresas, e com a restauração que se encontra nas imediações. É uma iniciativa com essa grande valência de promover os nossos comerciantes, enquanto qualifica a oferta da nossa cidade para locais e turistas”, explicou Paulo Cafôfo, ao lado do Executivo Municipal, e de Cristina Pedra, presidente da ACIF.

A Aldeia Natal terá actividades diárias até 6 de Janeiro.

Toda a concepção da “Aldeia” foi pensada para despertar o imaginário das crianças e para incutir o gosto pelas tradições natalícias, sem, no entanto, descaracterizar a beleza e a identidade da praça, afirma a CMF. Como elemento predominante do espaço estão, neste caso, as casinhas em madeira, combinadas com os tons natalícios verdes e vermelhos. O espaço acolherá, durante o próximo mês, múltiplas actividades didácticas, que irão proporcionar às crianças momentos lúdicos e de aprendizagem, para o que foi determinante a colaboração de diversos serviços municipais.

A grande novidade deste ano é um comboio natalício, que promete fazer s delícias dos mais novos, e que vai percorrer um recinto com uma área agora alargada, mais confortável e mais segura, que passa a ter música ambiente todo o dia e iluminação reforçada. A inauguração foi marcada pela chegada do Pai Natal, envolta na animação costumeira, sendo que, em todas as tardes, a Praça será palco da leitura de contos infantis e de um momento mágico proporcionado pela queda de neve, um dos marcos mais populares da primeira edição.