Madeira Camerata actua no dia 1 no Belmond Reid’s Palace com Norberto Cruz

A Madeira Camerata, agrupamento interno de música de câmara da Orquestra Clássica da Madeira, dará um concerto a 1 de Novembro, pelas 21h30, no Belmond Reid’s Palace.

“O rigor, a tradição e o requinte do Belmond Reid`s Palace levam-nos a programar para este concerto no mesmo registo. Seleccionámos o rigor e a nobreza musical de Bach e Handel, associados ao requinte que encontramos nos italianos Vivaldi e Corelli. Literatura musical centenária, verdadeiras obras-primas do barroco europeu nesta festa musical comemorativa do 126ª aniversário do Belmond Reid`s Palace”, informa a OCM.

Como convidado especial, estará o bandolinista Norberto Cruz, formado inicialmente na Madeira e posteriormente em Itália, protagonista de uma carreira internacionalizada.

Norberto Gonçalves Da Cruz, concertista afirmado e reconhecido no bandolim internacional, se apresentou como solista em Portugal, Itália, Estónia, Bulgária, Espanha, Brasil, Áustria, onde colaborou com importantes entes como, o Teatro alla Scala, em Milão, o Teatro Fenice em Veneza e Orquestra “Roma Sinfonietta” de Roma. Exibiu-se sob a direcção de prestigiados maestros como Mstislav Rostropovich e Riccardo Muti e ao lado de músicos de renome internacional, tais como Andrea Bocelli, Noa, Placido Domingo e Júlio Pereira. É um dos fundadores, juntamente com Emanuele e Buzi Valdimiro Buzi, o “Quinteto a Plettro Giuseppe Anedda”, recebendo em 2012 a Medalha de Representação do Presidente da República italiana. É considerado entre o bandolinistas portugueses de maior prestígio, recebendo sempre recebendo grande aclamação de público e da crítica. Formou-se com menção honrosa no Conservatório Superior “Alfredo Casella” de L’Aquila, sob a orientação de uma das mais prestigiosas bandolinistas do mundo, Dorina Frati. Actualmente, é professor de bandolim no Conservatório Escola Das Artes da Madeira.

A Madeira Camerata é constituída pelos violinistas Norberto Gomes, Olena Soldatkina, Nshan Chalikyan, Parandzem Khachkalyan, Valeriy Perzhan e Edina Tenki, por Volodymyr Petryakov na viola de arco, pelos violoncelistas Marina Gyumishyan e Iryna Bandura e pelo contrabaixista Gábor Bolba.