O governo regional da Catalunha diz que 337 pessoas ficaram feridas nos distúrbios

Foto LUSA

O governo regional catalão atualizou para 337 o número de feridos na sequência de distúrbios relacionados com a realização do referendo, este domingo, pela independência na Catalunha.

Entre os feridos, que estão a ser recebidos em vários hospitais da região, há 11 agentes da autoridade, atingidos por pedras.

O presidente do GR da Catalunha já denunciou o que chamou de intimidação e ambiente de violência contra largas centenas de anónimos que se preparam para decidir da independência daquela região espanhola.

O confronto entre população e os agentes da lei tem vindo a intensificar-se na ruas, após a polícia ter encerrado mais de 130 escolas, como forma de impedir a participação num referendo que o governo espanhol já considerou inconstitucional.

O clima de instabilidade acaba também de ter impacto no desporto. A direção do clube de futebol do Barcelona adiou o jogo deste domingo com o Las Palmas por falta de condições de segurança.