“Porto Santo Sempre” quer melhores condições do Pingo Doce da “Ilha Dourada”

A candidatura autárquica da CDU, através do projecto “Porto Santo Sempre”, realizou hoje uma nova iniciativa, divulgando à população da “Ilha Dourada” uma carta que enviaram à administração dos supermercados Pingo Doce, pois, refere a candidatura, “acreditamos que está no diálogo e na sugestão/solução o desenvolvimento da nossa ilha, podendo ajudar a melhorar”.

A missiva reporta-se ao supermercado Pingo Doce no Porto Santo, dizendo ao presidente do Conselho de Administração, da Jerónimo Martins, que “o projecto “Porto Santo Sempre” nasceu no e para o Porto Santo. A única razão da sua existência é a defesa desta ilha e do seu povo”.

Nessa medida, e proclamando a sua total dedicação à causa do Porto Santo em termos entusiásticos, a candidatura vem chamar a atenção para alguns aspectos do
funcionamento do supermercado Pingo Doce na ilha, aproveitando para  fazendo algumas sugestões.

“O cartão “PoupaMais”, que tantas vantagens promete aos clientes Pingo Doce, não tem
qualquer interesse para os residentes na ilha, já que aqui não existe qualquer posto de abastecimento da BP, logo os valores acumulados acabam por se perder, mês após mês”, referem. “Certamente não faltarão alternativas, mas a mais fácil, mais vantajosa e com reflexos imediatos seria permitir descontar aqueles valores nas próprias compras feitas no vosso supermercado no Porto Santo”, sugere a candidatura.

Por outro lado, os residentes na ilha do Porto Santo não usufruem em pleno de uma das estratégias comerciais em termos de preços praticadas pelo Pingo Doce, porque muitos dos produtos promocionais das campanhas semanais não chegam à ilha ou chegam em quantidades muito reduzidas, apontam.

A ‘Porto Santo Sempre’ quer também venda livre de medicamentos não sujeitos a receita médica, à semelhança do que acontece nas outras vossas superfícies comerciais da RAM, “visto que justifica e valoriza o vosso serviço em prol da ilha”, bem como também quer a criação de sanitários.

“Actualmente, parece quase surreal que um espaço comercial desta natureza não possua sanitários! Mas, infelizmente esta é a realidade que temos… Porém, com boa vontade da vossa parte, este é um problema que poderá facilmente ser ultrapassado! Os consumidores do Porto Santo merecem e têm direitos tal como os residentes nas restantes zonas do país!”, diz a candidatura.

Finalmente, aponta a “Porto Santo Sempre”, no período de verão, a vossa superfície comercial torna-se limitada em termos físicos, devido ao aumento exponencial dos clientes, diminuindo assim a qualidade do vosso serviço”.

Estes são aspectos que a candidatura apoiada pela CDU se propõe melhorar, contando para tal com a colaboração da empresa Jerónimo Martins.