Empreendedorismo para criar emprego e jovens desempregados estão na linha da frente das preocupações de Ricardo Nascimento

Estratégias centradas no empreendedorismo e na criação de emprego são apostas da candidatura de Ricardo Nascimento, candidato às autárquicas de 1 de outubro, pelo Movimento de Cidadãos Livres e Independentes, Ribeira Brava em Primeiro (RB1). Na opinião do candidato, são “fundamentais para continuar a afirmar o concelho e garantir a integridade da população”. Neste sentido, o candidato independente avança com a proposta de “estimular o empreendedorismo e a inovação, bem como aplicar taxas amigas de empresas que recrutem pessoas do município”.

Uma outra medida avançada pelo atual autarca da Ribeira Brava vai ao encontro da preocupação “com os desempregados jovens e os desempregados de longa duração”. Para Ricardo Nascimento, “é importante garantir oportunidades àqueles que as procuram e têm vontade de produzir, sendo assim necessário criar estratégias válidas e sustentáveis para que essas pessoas possam estar empregadas”, afirma.

Estando a autarquia da Ribeira Brava “virada para o turismo, comércio, agricultura, tecnologia e inovação”, o Presidente da Câmara assume que “estas e outras áreas de valor acrescentado para o município, serão cada vez mais apoiadas pela autarquia, agora que o desafogo financeiro é patente e a capacidade de investimento é uma realidade”. Estas propostas do Movimento contemplam ainda a “criação de um ‘conselho consultivo empresarial’, para facilitar a vida de quem queira investir no concelho e assim criar mais postos de trabalho”.

Ricardo Nascimento lembra que no seu mandato “foi implementado o pólo de emprego da Câmara Municipal da Ribeira Brava e foi possível instalar uma incubadora de empresas, com quem o candidato quer “promover relações que cada vez mais ajudem a afirmar a Ribeira Brava e os ribeira-bravenses”.