Governantes fazem-se às latadas para as vindimas ao vivo no Estreito com bom ano de produção de uvas

“Até ao lavar dos cestos, é vindimas”. Fotos DR.

A produção de uva este ano é grande e de boa qualidade. Os agricultores dizem-no em boa voz, satisfeitos com o ciclo favorável da natureza este ano e fazendo fé que a elevada produção seja comercialmente escoada como prometido a nível oficial.

Mas hoje o dia foi de festa na quinta do Estreito de Câmara de Lobos com madeirenses e sobretudo turistas a viverem uma experiência de vindimas ao vivo, em plena latada e com fecho no lagar para a típica repisa. Uma experiência única para os milhares de turistas que enchem os hotéis da Madeira e que apreciam este cartaz em contacto direto com a natureza e a atividade agrícola, em tempo de estio.

Até o presidente do Governo Regional, o secretário regional da Economia, Turismo e Cultura e demais entidades fizeram-se à latada para a tradicional apanha das uvas, dinamizada com a colaboração ativa da Junta de Freguesia do Estreito. Como “em Roma sê romano”, os políticos deram o exemplo nesta azáfama e marcaram presença no cortejo alegórico que desfilou pelas ruas do Estreito.