Cortejo de tabuleiros mantém tradição na Ponta do Pargo

*Sílvio Mendes

A festa de Santo António que vai ser celebrada na Ponta do Pargo no domingo, 3 de setembro, tem como tradição as romagens que vão decorrer na tarde de sábado em que algumas oferendas são transportadas em tabuleiros. Decorrerão a partir das 16 horas. É uma tradição única na Madeira.

A festa será celebrada ás 16 horas do domingo seguida de procissão.
No próximo sábado a missa da vigília terá início às 20 horas.

A festa de Santo António é celebrada no dia 13 de junho, mas na Ponta do Pargo é assinalada em setembro porque é nesta época do ano que há mais produtos de agricultura que as pessoas oferecem à paróquia em sinal de gratidão a Deus, através de Santo António, pela boas colheitas obtidas ao longo do ano..

Os tabuleiros são ornamentados por uma pessoa escolhida pela família dos regentes, (que são os responsáveis pelas romagens) sendo normalmente constituída pela seguinte maneira: até ao topo a base de madeira é coberta de trigo, antigamente era coberto de ovos de galinha por cima do trigo, atualmente assiste-se a uma mudança de cobertura dos ovos por frutos e garrafas de vinho e licores.

Por cima do trigo são elaborados dois arcos de arame com um ramo de flores, um cartucho de cartolina com a figura de Santo António sendo estes arcos são cobertos de notas. Estes tabuleiros são transportados de cada sítio para os bazares construídos no adro da igreja para armazenar e leiloar os produtos oferecidos.
A caminhada é feita com muita animação.
Os tabuleiros são transportados à cabeça por pessoas escolhidas pelas famílias dos regentes.
Haverá arraial no fim de semana na Ponta do Pargo nesta festa que atrai sempre muita gente.