“Feticeiro da Calheta” encerra exibições com mais duas sessões públicas na Casa das Mudas

Depois da  boa aceitação e participação do público madeirense nas sessões efetuadas, com uma audiência que  atingiu os 11000 espetadores, o filme  “O Feiticeiro da Calheta”encerra o circuito regional com a apresentação no dia 2 de setembro, pelas 17h e 20h   (2 sessões) na Casa das Mudas, local escolhido para a sua ante-estreia em Março.

Segundo Luís Silva, produtor e realizador, após a despedida das salas de cinema da Região, outros desafios se seguirão nomeadamente a produção do DVD do filme e CD da respetiva banda sonora, esta última da autoria de João Augusto Abreu, bem como o propósito de apresentação deste trabalho cinematográfico junto da comunidade madeirense no estrangeiro.

Os ingressos encontram-se à venda na Casa das Mudas e Casa do Povo da Calheta e custam 5 euros.