PSD defendeu nova imagem para o Mercado Agrícola e para o centro do Santo da Serra

O PSD defendeu no passado sábado que o Santo da Serra precisa urgentemente de obras de requalificação, especialmente no Mercado Agrícola e no centro da freguesia.

Pábulo Freitas, candidato do PSD/Santa Cruz à Junta de Freguesia do Santo da Serra assim referiun em conferência de imprensa, junto ao Mercado Agrícola local, defendendo que é imperativo “dar melhores condições aos feirantes e  comerciantes” locais para que possam, de forma digna, escoar de os seus produtos e ter uma maior estabilidade financeira.

“O Santo da Serra precisa urgentemente de obras de requalificação porque esta é uma freguesia que nos traz muitas pessoas ao fim de semana”, disse, lamentando a inércia do actual executivo da Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC) e da junta local.

“São obras de extrema urgência porque as pessoas queixam-se todos os dias que têm problemas com a temperatura elevada do Verão, porque esta cobertura já não oferece condições térmicas para desenvolver a sua actividade. Temos o  grande problema das chuvas, pois cai água em todos os balcões”, notou o candidato, garantindo que já tem uma solução para estes problemas.

“A nossa candidatura vai resolver estes problemas com a ajuda da Câmara Municipal e do Governo Regional. A população do Santo da Serra, principalmente os feirantes e os nossos comerciantes, merecem mais pessoas aqui na freguesia, merecem mais turismo.”, prometeu.

Para isso, continuou “temos que dar uma nova imagem a todo o mercado agrícola e ao centro do Santo da Serra”, pois a neste momento a impressão que fica para os visitantes é a de uma freguesia “pobre e miserável” porque a CMSC e a Junta de Freguesia “nada fez”, apesar das constantes reivindicações dos comerciantes e feirantes.

Pábulo Freitas criticou ainda a colocação de uma vedação na zona dos feirantes de etnia cigana, lamentando que o actual executivo camarário promova a “discriminação”.

“Estas pessoas precisam de melhores condições de trabalho”, realçou.