Trânsito na Casa Branca obstruído para Tecnovia despachar casa salmão com inquilino mistério

 

Fotos Rui Marote.

*Com Rui Marote

Manhã deste sábado, Rua da Casa Branca com o trânsito parcialmente obstruído. Motivo: uma retroescavadora da Tecnovia ultimava uma construção de uma moradia de luxo nesta zona turística.

O FN questiona:  por que carga de água, uma empresa habituada a empreitadas de milhões se dá ao trabalho de remodelar uma moradia particular ao alcance de qualquer subempreiteiro de freguesia?

No local, um dos operários da empresa, é uma das três maiores empresas de obras públicas na Madeira,  explicou estar em trabalhos de ligação da casa salmão à rede de saneamento básico. A quem se destina a moradia? Não sabem precisar, mas alvitram que estará reservada a familiares do administrador da empresa.

Entretanto, as viaturas circulavam na via pública, ligeiramente obstruída com os trabalhos da retroescavadora, e não passava despercebida aos olhares o imóvel em fase de conclusão.

O FN recorda que, esta construção, já foi tema que aqueceu os trabalhos do plenário madeirense deste ano, tendo o deputado do PTP José Manuel Coelho  insinuado, exibindo fotos do início da construção, que se tratava de uma gracinha da Tecnovia ao presidente do Governo Regional. Uma suposição que Miguel Albuquerque desmentiu nestes termos: “Por acaso acho essa casa bem interessante, mas para sua desilusão não é minha. É uma casa fantástica e por acaso dava jeito, mas não é”.

O FN desconhece, objetivamente, o fim a que se destina a casa salmão na emblemática zona da Casa Branca. Contactos estabelecidos por este jornal junto da Tecnovia foram, como habitual, em vão. A casa está praticamente pronta, com o arsenal técnico da Tecnovia e aguarda-se pelos seus inquilinos, conhecidos ou anónimos.