Freguesias à lupa: Câmara de Lobos sempre PSD embora agora sem maioria absoluta

A freguesia ‘mãe’ do concelho de Câmara de Lobos sempre foi governada pelo PSD. Aqui nunca houve alternância política embora se reconheça que as últimas Autárquicas representaram um “susto” para o poder laranja uma vez que, pela primeira vez desde 1976, ficou abaixo dos 40% e teve de governar sem maioria absoluta.

Não apenas pelo resultado histórico do CDS (17,6%) mas também por força da coligação PS/PTP/PND/BE que conseguiu 15,1% dos votos e também por força dos 13,6% alcançados pelo Partido da Terra (MPT).

O PSD sempre governou a Junta desde 1976. O melhor resultado de sempre para o PSD foi em 1985 quando conseguiu 78,6% do eleitorado. O pior resultado foi nas últimas Autárquicas de 2013 (36,8%).

O PS obteve o seu melhor resultado eleitoral em Câmara de Lobos em 1993 (27,8%) e o seu pior resultado em 1979 (9,4%).

O CDS obteve o seu melhor resultado de sempre nas últimas Autárquicas de 2013 (17,6%). O pior resultado do CDS foi em 1979 (5,0%).

A coligação denominada “Grupos Dinamizadores de Unidade Popular”, composta pelos partidos UDP, MES, FSP e PRP concorreu ao primeiro ato eleitoral em Câmara de Lobos, em 1976, e conseguiu 14,2% do eleitorado. Depois a UDP e o BE baixaram para percentagens entre 1,9% e 6,9%.

A CDU tem obtido em Câmara de Lobos resultados entre 1,2% e 8,8%,

Em 2009 entrou em cena o MPT que conseguiu logo 10,4% e um mandato na Assembleia de Freguesia e o PND que conseguiu 6,8%.

Em 2013 juntou-se o PAN que conseguiu 4,7%.

Refira-se que, em Câmara de Lobos, em 1993 chegou a concorrer o PSN.