CDU sublinha a importância dos trabalhadores da CMF e afirma ter estado sempre do lado dos mesmos quanto aos seus direitos

A CDU sublinhou hoje que sempre apresentou propostas para a dignificação e valorização dos trabalhadores da Câmara Municipal do Funchal. “Estivemos sempre ao lado dos trabalhadores quando estavam em causa direitos e garantias dos mesmos. Defendemos o horário das 35 horas para todos os trabalhadores (incluindo os das empresas municipais), exigimos o fim do chamado “Banco de Horas”, defendemos a progressão nas carreiras e descongelamento dos salários, propusemos o retorno do acesso ao subsídio de insularidade”, sublinham os comunistas.

“Em diversas ocasiões, os eleitos da CDU, quer o seu vereador, quer os deputados municipais, levantaram questões e exigiram a melhoria das condições de trabalho e denunciaram a falta de equipamentos (vestuário, máquinas, etc.) essenciais para o desempenho das funções com qualidade e segurança por parte dos trabalhadores do Município”, refere o partido hoje numa nota de imprensa.

Para a CDU, os trabalhadores do Município são essenciais, a todos os níveis, para a prestação de um conjunto de funções e serviços públicos que muito contribuem para o qualidade de vida e bem estar das populações. Como tal, a valorização e dignificação dos trabalhadores camarários constitui tónica fundamental para uma Câmara Municipal mais próxima das populações e cada vez mais capaz de responder aos anseios e necessidades destas, declaram.