Incêndio em arranha-céus do Dubai pela segunda vez em dois anos

Um incêndio no Dubai

Segundo reportam os media internacionais, um grande incêndio lavra neste momento num arranha-céus residencial no Dubai (Emirados Árabes Unidos), tendo a singular característica de ser o segundo sinistro do género em apenas dois anos a ocorrer naquele prédio.

Trata-se, curiosamente, da “Torch Tower” (a torre tocha, numa tradução à letra), que se pode ver a arder em imagens que se propagaram pelas redes sociais e pelas televisões, com destroços a cair, conforme narra a BBC.

Aparentemente, não há vítimas nem ninguém em perigo, já que as autoridades dizem que conseguiram evacuar o edifício com sucesso, estando agora a trabalhar para colocar o fogo sob controlo. Não é, até ao momento, de modo nenhum claro o que causou novamente um incêndio num dos edifícios mais altos do mundo.

 

O anterior incêndio causou danos na torre em 2015. A torre tem 79 andares e foi inaugurada em 2011. Na altura em que foi inaugurado, este era o maior prédio residencial do mundo. É, aparentemente, o 32º edifício mais alto a nível mundial, tendo 676 apartamentos, que custam mais de quinhentos mil dólares cada um.