Freguesias à lupa: Porto Santo, a freguesia concelho que alterna entre o PS e o PSD

A freguesia do Porto Santo é um caso sui géneris pois o seu território coincide com a totalidade do concelho.

Desde que há eleições autárquicas democráticas, na ilha dourada, o governo da freguesia tem sido repartido entre o PS e o PSD.

Até agora, o PS já liderou os destinos da freguesia por três vezes/mandatos e o PSD por 7 vezes.

Mas as votações são sempre muito  ‘renhidas’ com destaque para 1989, altura em que o PS venceu a freguesia por 9 votos de diferença.

De resto, com maior ou menor dificuldade, o PSD tem levado a água ao seu moinho… de vento.

A maior diferença percentual do PSD em relação ao PS aconteceu em 2001.

Mas, curiosamente, não foi nesse ano mas antes em 2009 que o PS alcançou o seu pior resultado de sempre na freguesia (22,2). Não à custa da maior percentagem do PSD mas por força da votação noutras forças políticas que emergiram. Por exemplo, foi nesse ano que o MPT concorreu pela primeira vez.

Em 2013 entrou em cena outro partido (PTP) mas o PSD, com o atual candidato à Câmara, Idalino Vasconcelos, venceu a freguesia e conviveu todo o mandato com a liderança camarária do PS.

Foi a primeira vez que os portossantenses depositaram os ovos em cestos diferentes: PS na Câmara, PSD na Junta.