MAR reforça reconhecimento internacional e tem mais navios inscritos

 

MOU
Registo de Navios da Madeira com classificação positiva internacionalmente.

O Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR) volta a integrar a Lista Branca, um facto importante por significar uma avaliação mundial reveladora de classificação positiva, definidora de segurança, ambiente e qualidade dos navios. O sistema de classificação inclui a Lista Negra e a Lista Cinzenta.

Uma informação no site da SDM (Sociedade de Desenvolvimento da Madeira) diz que “no decorrer da sua 50ª reunião anual, o Comité do Memorandum (MOU) de Paris avaliou a performance dos registos de navios a nível mundial, com referência ao ano de 2016, e deu nota positiva ao Registo Internacional de Navios da Madeira integrando-o, a exemplo do ano passado, na Lista Branca”.

 

Elevados níveis de exigência

Esta avaliação anual do Comité do Memorandum de Entendimento de Paris (MOU) que reconfirmou o MAR como bandeira da Lista Branca revela, segundo a mesma nota, “três aspectos fundamentais do desenvolvimento do Registo Internacional de Navios da Madeira: primeiro, tem vindo a consolidar de forma consistente a sua posição internacional face a outras bandeiras de qualidade e nos mercados internacionais; segundo, o reconhecimento das instâncias reguladoras internacionais do sector marítimo; terceiro, o trabalho desenvolvido em prol da sua qualidade e segurança, com elevados níveis de exigência e rigor, que culmina num menor número de navios penalizados por infracções às normas internacionais”

A SDM considera este reconhecimento “importante para a credibilidade do MAR nos mercados, que têm correspondido de forma positiva como tem sido visível nos indicadores referentes ao Registo ao longo dos últimos anos e também nos primeiros meses de 2017.

 

516 embarcações inscritas

 

Os números indicam que a 31 de Maio estavam registadas 516 embarcações, mais 25 do que no fim de 2016. Um crescimento que teve correspondência no indicador da Tonelagem de Arqueação Bruta dos navios de comércio, pois esta aumentou de 12.076.294 para um total de 13.062.087.

A Lista Branca faz parte de um sistema de classificação de registos marítimos (Negra-Cinzenta- Branca) adoptado pelo Comité do MOU de Paris, a organização internacional que zela pela segurança, pelo ambiente e pela qualidade dos navios, onde está representado o conjunto global das bandeiras de registo. Nesta análise foram escrutinadas um total de 73 bandeiras, sendo classificadas: 42 na Lista Branca, 19 na Lista Cinzenta e 12 na Lista Negra.

Os dados referentes a 2016, quer no âmbito do Paris MOU quer no âmbito do Tóquio MOU, evidenciam que a bandeira portuguesa é cada vez mais confiável internacionalmente, na medida em que o rácio de incidentes graves em 2016 baixou para 2,70%. Para além deste indicador, de notar que na análise produzida pelo Tóquio MOU, Portugal ficou melhor colocado que os seus concorrentes europeus e outras grandes bandeiras mundiais.

Um registo internacional de rigor e transparência

A SDM considera que a confirmação da presença do MAR nas Listas Brancas do MOU de Paris e de Tóquio é mais uma prova do rigor e da transparência que caracterizam todo o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM).