Rui Alves assume responsabilidades pela descida e diz que “para alguns jogadores pouca diferença fará”

rui-alves com Machado
“Para aquilo que era o ADN do Nacional, preferia ter descido com o treinador que começou a época”.

O presidente do Nacional assumiu as responsabilidades pela descida do clube à II Liga, em declarações à Sporttv, publicadas, também, pela edição online do jornal “O Jogo”.

Rui Alves, que vai acompanhar a equipa na deslocação deste sábado ao Bessa, onde defronta o Boavista em jogo que já é só para cumprir calendário depois da descida consumada em consequência da vitória do Moreirense contra o Braga, afirma que esta época “tudo correu mal”, sublinhando que em primeiro lugar “naturalmente falhou a construção do plantel, os jogadores que tivemos à disposição e a resposta que deram”.

O líder nacionalista considera importante “encarar a descida com determinação” e lembrou que a equipa teve algumas oportunidades para fugir a esta posição, mas não houve a resposta “adequada”, apontando ainda que “para alguns jogadores pouca diferença fará”.

Rui Alves, em declarações à mesma estação televisiva, diz que o clube quebrou um princípio de não alterar a equipa técnica e refere que tendo em conta o ADN da equipa, teria preferido descer de divisão com o corpo técnico que começou a temporada, liderado por Manuel Machado, atual técnico do Arouca”e que saíu do Nacional em função dos maus resultados, sendo substituído por Jokanovic.