PS-M quer que madeirenses “possam ver-se livres do PSD de uma vez por todas”

O PS-Madeira assinalou a data histórica do 25 de Abril, no Complexo Desportivo de Água de Pena, com um almoço para militantes e simpatizantes do partido. Nessa ocasião, o líder do PS-M, Carlos Pereira, mostrou estar confiante num bom resultado do PS nas próximas eleições autárquicas, de tal forma que os madeirenses e portosantenses possam “ver-se livres de uma vez por todas do PSD, seja na governação das câmaras, seja no Governo Regional”.

Carlos Pereira criticou o “histerismo insólito” com que o Governo Regional recebeu a notícia da realização, a 2 de Maio, por ordem do Governo da República, dos testes de meios aéreos no combate a incêndios florestais e considerou que esta operação só vem mostrar que o PS “quando promete cumpre”. Carlos Pereira recordou que os testes de meios aéreos resultam da aprovação de um projecto de resolução do PS na Assembleia da República e de uma decisão do Conselho de Ministros. “Não fazemos como o PSD, que não cumpre uma única promessa. Lembramo-nos bem o que aconteceu com o ferry, a reestruturação dos portos, o avião cargueiro e o Jornal da Madeira. É isto que separa o PS do PSD. Nós prometemos e cumprimos”, afirmou.

Por outro lado, considerou que o Governo Regional devia criar um plano de contingência, em articulação com o Governo da República, de modo a apoiar os madeirenses emigrados na Venezuela que passam por dificuldades. Carlos Pereira realçou que “já procedeu aos contactos necessários com o intuito de arranjar soluções para este flagelo”, segundo reza um comunicado.