Lopes da Fonseca denuncia perigo de desabamento de cemitério do Porto da Cruz

O presidente de CDS-PP. António Lopes da Fonseca, visitou ontem concelho de Machico na companhia de dirigentes locais do partido.

Lopes da Fonseca exigiu uma definição de prioridades do Governo Regional para a localidade, e nesse sentido deu como exemplo o problema do cemitério do Porto da Cruz, que está abandonado desde o temporal de Novembro de 2013. Também desde essa data não se realizam funerais, toda a estrutura do cemitério cedeu e há perigo iminente de desabamento do próprio cemitério, referiu o dirigente centrista.