PDR questiona estado da Saúde na Região

O presidente do Partido Democrático Republicano da Madeira, Filipe Rebelo,
veio comentar publicamente as “enormes insatisfações” relacionadas com o estado da
Saúde na RAM.
“Alguns cidadãos contaram-nos as suas preocupações relativamente à falta de
medicamentos, de material esterilizado e de pessoal, nomeadamente anestesistas e
outros profissionais de grande importância para a realização de cirurgias”, refere este responsável partidário.
“Estas carências têm feito com que as cirurgias estejam a ser canceladas, ficando
os traumatismos e outras situações clinicas prejudicados e sem resolução da sua
problemática”, afirma.
Por isso, o PDR questiona o Governo: “Como é possível investir tanto dinheiro
público em casos que não são prioritários, e deixar a nossa Saúde entregue à sua sorte??
Quantas pessoas mais vão sofrer até entenderem que a Saúde é prioritária?
4,2 Milhões de euros Atribuídos para quê e para quem?”