Uma autêntica “ratoeira” no calçadão da Sá Carneiro, que tem causado vítimas

Rui Marote

As imagens que publicamos são uma prova de desleixo. Um funcionário de uma loja de vinhos na praça CR7 alertou-nos para esta “ratoeira” em pleno calçadão da Avenida Sá Carneiro, que desde Dezembro de 2016 se encontra nesse estado. Tratava-se de um dispositivo de boca de incêndio que desapareceu e nunca mais foi reposto.
Todas as semanas estrangeiros estatelam-se no chão, por causa disto. A última vítima, testemunharam-nos, foi para o hospital com a cara em muito mau estado, dado que tropeçou e embateu com a face no solo.
Quem é o pai desta criança? É meu, é teu, é nosso… Não há responsáveis.