Governo ‘retira’ 50 mil euros aos 160 mil previstos para recuperar abóbadas da igreja de Machico

igreja-machicoA 23 de Setembro de 2016, uma portaria conjunta dos secretários regionais das Finanças e da Administração Pública e da Economia, Turismo e Cultura programou, até 2017, 160 mil euros concedidos para a “Recuperação das abóbadas das Capelas do Espírito Santo e de São João, da Igreja de Nossa Senhora da Conceição- Igreja Matriz de Machico”.

Ainda este ano de 2016 estariam orçamentados €45.081,97 euros e, para 2017, os restantes €114.918,03.

Contudo, uma nova portaria hoje publicada, baixa o valor de 160 mil para €109.878,00 (cento e nove mil oitocentos e setenta e oito euros): São € 2.018,61 ainda este ano e  €107.859,39 para 2017.

O Governo não avança com qualquer explicação para a redução de verbas, limita-se a dar nova redação à portaria publicada em Setembro.

Recorde-se que a Capela do Espírito Santo é de arco pleno de cinco arquivoltas, sobrepostas pelas armas do Morgado Sebastião de Morais, que a fundou com o propósito de servir de capela funerária para os seus familiares. Possui abóbada de arestas com a cantaria pintada.

A Capela de S. João, instituída pela família dos Capitães – Donatários para servir de jazigo aos seus descendentes abre-se em arco ligeiramente quebrado, em cantaria de quatro arquivoltas, terminando a última em carranca. Possui abóbada de cruzaria de ogivas pintadas, cuja chave e bocetes estão pintadas com motivos vegetalistas.