Federação de automobilismo revoga suspensão a co-piloto

SONY DSC
Hugo Magalhães (à esquerda). Fotos Rui Marote.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) revogou a medida de suspensão preventiva que recaiu sobre o co-piloto de Bruno Magalhães, Hugo Magalhães.

Em causa o processo disciplinar aberto na sequência do incidente que ocorreu no rali vinho Madeira.

Numa primeira apreciação do caso, a FPAK suspendeu preventivamente piloto e co-piloto mas, agora, revogou a decisão quanto a Hugo Magalhães pelo que este fica autorizado a competir “e consequente angariação dos necessários meios de subsistência”, segundo um comunicado divulgado hoje pela FPAK.