Cinco sismos registados na Madeira só no mês de Agosto

sismos
Fonte IPMA.

Nos últimos dias, embora sem que se tenha sentido em terra, tem aumentado significativamente a actividade sísmica em Portugal, na Madeira e nos Açores.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), nos últimos 7 dias registou-se uma actividade sísmica superior a anos anteriores, no período homólogo do ano.

De registar os sismos de pequena itensidade registados nesta semana na Madeira, bem como na plataforma de Portugal Continental, designadamente na zona do “Canhão da Nazaré” (11h44 de ontem) com intensidade de 4.1 e, esse sim, sentido em Cascais.

Na Madeira, o IPMA registou no dia 18 de Agosto (quinta-feira, às 19h13) a Sudoeste da Ponta do Sol um sismo de magnitude 1,5.

Já no passado dia 15 de Agosto, às 07h40, foi registado um sismo de magnitude 2,2 a sul do Funchal e, na véspera, dia 14 de Agosto, às 05h28, um outro sismo de 2,4 de intensidade a noroeste do Porto Santo.

Também no dia 14 de Agosto, às 04h02 foi registado um sismo de 2,0 a Sudoeste das Desertas. E, no dia 8 de Agosto, às 00h14, registou-se um outro abalo de 1,7 a norte do Porto Moniz.

Segundo os especialistas, este aumento da actividade sísmica à escala planetária poderá estar indirectamente relacionado com o facto de 2016 estar a bater todos os recordes de aumento da temperatura, em especial nas zonas mais a norte e no Ártico.

Ora, o aumento da temperatura tem por consequência o degelo dos glaciares e diminuição da pressão das calotes polares na crosta terrestre, acelerando a movimento das placas tectónicas e consequente aumento da actividade sísmica e vulcânica.