Acampamento da JS reuniu 365 jovens no Porto Santo

js
Foto JS

A JS Madeira realizou, ao longo dos últimos dias, o seu XVIII Acampamento Regional, na ilha do Porto Santo.

Pelo terceiro ano consecutivo, a estrutura jovem socialista viu o seu evento de Verão crescer, batendo um novo recorde de participantes, que este ano se fixou em 365 jovens.

Para Olavo Câmara, “o crescimento do número de participantes na nossa atividade de Verão reflete tudo o resto que temos visto diariamente ao longo dos últimos dois anos: crescimento do número de militantes da JS Madeira, aumento do número de participantes nas nossas actividades e aumento do número de jovens interessados e envolvidos no nosso trabalho político.”

Olavo Câmara diz que “para quem acompanha o trabalho que temos feito, nada disto é surpreendente”.

Apesar do sucesso da iniciativa, Olavo Câmara confessa que “o acampamento ficou inevitavelmente marcado pelos infelizes acontecimentos registados a semana passada na Região e que também afetaram alguns dos participantes e dos seus familiares. Tomámos a decisão de cancelar todos os momentos de lazer da iniciativa e reservámo-nos à atividade política, que contou com a participação do Presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, Filipe Menezes, e do Presidente do PS Madeira, Carlos Pereira.”

Para Olavo Câmara, “nestes momentos difíceis as estruturas políticas podem ter duas funções: mobilizar os seus militantes e simpatizantes para a acção individual, como fizemos durante os incêndios e durante o acampamento, através da recolha de donativos; e intervir politicamente, promovendo o debate sobre o assunto e tomando posições claras sobre o que é possível melhorar. Foi o que fizemos desde o primeiro momento e no acampamento.”

Olavo Câmara termina definindo o objectivo para o ano político que se segue: “manter esta dinâmica de trabalho e de crescimento para, daqui a um ano, poder voltar a dizer que estamos no caminho certo”.