Arraial do Monte e de São Roque cancelados ficando apenas a celebração da missa e procissão

monte novenas
A solenidade em honra de Nossa Senhora do Monte será mais reserva e sagrada.

A tragédia dos incêndios na Madeira tem levado algumas paróquias a cancelar alguns arraiais de grande tradição na Madeira, no que apenas toca à parte profana da festa.

A tradicional solenidade em honra de Nossa Senhora do Monte sempre será realizada a 15 deste mês, mas apenas a parte religiosa, com a missa e procissão. Todo o aparato típico do arraial, desde barracas de comes e bebes e animação, foi cancelado.

O padre José Luís Rodrigues também já informou que cancelou o arraial em honra de São Roque, na dimensão profana. O FN reproduz a posição assumida pelo pároco de São Roque e São José, através do seu blogue “Banquete da Palavra”.

josé luis“Tendo em conta os acontecimentos horríveis dos últimos dias na nossa freguesia e nas vizinhas, em reunião com a Comissão dos cabeças das Mordomas e Mordomos da festa deste ano em honra de São Roque, decidimos cancelar todos os festejos exteriores. Mantemos apenas as celebrações Litúrgicas, Novenas e dia da festa com procissão. As novenas começam hoje até ao dia 19 sempre às 20 horas, no dia 21 teremos missa solene das véspera também às 20 horas e dia 21 às 12.30 horas, missa solene seguida de procissão. A nossa homenagem este ano ao nosso padroeiro reduz-se à parte litúrgica dentro da Igreja. Porém, temos planeado após a procissão no dia 21 se as pessoas manifestarem interesse, gostaríamos de organizar um almoço convívio aberto a toda a população de São Roque e outra que deseje participar, pelo valor de 30 euros cada pessoa, com vista a angariamos fundos para ajudar os desalojados. As inscrições podem ser feitas junto dos cabeças deste ano da festa, que estarão próximo da Igreja nestes dias das novenas. Algum dinheiro que já existia para o arraial relativamente a ofertas e promessas, fica destinado a esse fim. Vamos juntar esforços, unirmo-nos e rezar a Deus e ao nosso padroeiro agradecendo a vida que nos foi preservado e para nos dar força para continuarmos a luta, renascendo das cinzas. Espero a maior compreensão e solidariedade de todos. Estejamos unidos ao lado daqueles que foram mais prejudicados com esta tragédia. Qualquer esclarecimento, estou disponível para o fazer na Igreja ou por esta via. Acrescento que a mesma equipa de cabeças para este ano, fica desde já renomeados para o próximo ano, visto que todos concordaram e manifestaram tal disponibilidade. Quanto aos Mordomos e Mordomas que já tinham dado o valor para a festa deste ano, das duas uma, ou fica em depósito para o próximo ano ou peçam de volta à comissão. É uma questão de entrarem em diálogo procedendo da forma que considerarem mais conveniente”.