Menos 20% de infecções por bactéria mais comum em meio hospitalar

Prevenção e Controlo das Infeções Hospitalares

**Secretário Regional da Saúde presidiu à abertura da Semana de Prevenção de Controlo da Infecção e de Resistência aos Antimicrobianos

Desde a implementação das medidas de prevenção, controlo e vigilância, no âmbito do projecto nacional da Fundação Gulbenkian “Stop Infeções Hospitalares”, o Hospital  Dr. Nélio Mendonça conseguiu reduzir  em  20 por cento as infecções por uma das bactérias multirresistentes mais comuns em meio hospitalar

Segundo o Secretário Regional da Saúde que presidiu à sessão de abertura da  Semana de Prevenção de Controlo da Infecção e de Resistência aos Antimicrobianos esta «é a prova da adesão e da dedicação dos nossos profissionais de saúde, ao cumprimento das normas de vigilância, prevenção e controlo».

O Hospital Dr. Nélio Mendonça ficou em 4º lugar, na lista de 12 eleitos entre um total de 32 candidatos ao fundo da Fundação Gulbenkian, para apoio à implementação de processos de melhoria da qualidade, com a colaboração de técnicos especializados do Instituto norte- americano para a promoção da saúde.

João Faria Nunes agradeceu a todos os profissionais  pelo o empenho e dedicação no combate às infeções hospitalares, mostrando-se confiante  na meta ambiciosa de que «dentro de 3 anos tenhamos reduzido em 50 por cento todas as infeções hospitalares», afirmou.