Proteção Civil inspeciona Centro Comercial Infante

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

* Com RUI MAROTE

O Centro Comercial Infante foi alvo, esta terça-feira, de uma vistoria efetuada pela Proteção Civil. Uma intervenção que já havia sido anunciada pelo FN há cerca de uma semana, altura em que foi tornada pública a situação difícil que atravessa aquele espaço, do ponto de vista da segurança e da viabilidade comercial.

Os elementos do Serviço Regional de Proteção Civil estiveram durante a manhã a analisar e a recolher elementos sobre as atuais condições do empreendimento. Trata-se de uma inspeção extraordinária que, apesar de prevista no artigo 19º do DL nº 224/2015 de 09 de Outubro, terá sido despoletada pelas várias queixas de irregularidades já do conhecimento das autoridades.

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

Para além de alegadas falhas em parâmetros de segurança, o centro comercial apresenta outros sinais de desinvestimento que acabam por afastar a clientela: não há ar condicionado, as luzes funcionam a 50%, as escadas rolantes só operam num sentido e as casas de banho estão quase sempre avariadas.

Outrora vibrante de atividade comercial, o espaço, que é propriedade do BCP, atravessa um período desolador, com a maioria das lojas encerradas, situação que tem vindo a agravar-se nos últimos anos.