Letreiro singular na Rua da Carreira

SONY DSC

Com Rui Marote

Há coisas curiosas. Numa esquina da Rua da Carreira, no final da Rua do Surdo, passam muitos turistas que descem da Igreja de São Pedro e dos museus nas proximidades, e que, não sabendo bem onde estão, pedem informação.

Há cerca de dois anos, funcionários da Câmara Municipal do Funchal estiveram no local, e pintaram o fundo preto. Supostamente, mais tarde voltariam para colocar as letras em branco, com o nome da rua. Passaram vários meses e um proprietário de um estabelecimento das imediações telefonou para a CMF, alertando para a a demora.

Cansado de esperar e notando que os turistas continuavam persistentemente a pedir informação, o dito proprietário do estabelecimento das proximidades optou por tomar em suas mãos uma solução simples mas prática: no computador imprimiu uma folha com a designação ‘Rua da Carreira’. Plastificou-a e colocou-a na esquina, como se um normal letreiro de toponímia se tratasse.

Já lá vai um ano e o letreiro improvisado continua ali. No local até passam vereadores da autarquia, mas ainda ninguém se apercebeu da situação singular. Não há dúvida que há muita falta de atenção com coisas simples. Estepilha!!