Destroços encontrados na costa de Moçambique podem ser do avião da Malaysia Airlines

/LC/

Imagem: Euronews
Imagem: Euronews

Segundo a Euronews, os destroços encontrados na costa de Moçambique podem ser do avião da Malaysia Airlines que desapareceu há dois anos.

A descoberta de uma peça da cauda de um avião, ao largo de Moçambique, relança a investigação sobre o desaparecimento do aparelho da companhia Malasya Airlines, em 2014.

A peça, pertencente a um Boeing 777, tinha sido descoberta há três dias por um advogado norte-americano, que investiga o caso por conta própria, ao largo de Vilanculos, no sul de Moçambique.

O ministro dos Transportes malaio, Liow Tiong Lai, disse na quarta-feira que informações iniciais apontavam para uma “grande possibilidade” de o fragmento pertencer a um Boeing 777.

 Por sua vez, o ministro dos Transportes australiano, Darren Chester, afirmou que a localização onde o fragmento foi encontrado é consistente com os modelos de correntes oceânicas usados pelas autoridades australianas que efetuam as buscas pelo MH370.

O avião desapareceu misteriosamente dos radares a 8 de março de 2014 quando fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim com 239 pessoas a bordo.

Fonte: Euronews