Foi encontrado o corpo de Diogo Moreira em Inglaterra

Diogo

*Com Lília Castanha

Foi encontrado o corpo do jovem português de 29 anos, natural  de Espinho, desaparecido desde o dia 14 de Julho em Inglaterra, na estação de comboios de Brighton, cidade onde residia.

O corpo foi descoberto ontem, às 12h15, junto da linha do comboio sendo a sua identificação só comprovada esta manhã pela família por meio de uma mensagem no grupo de Facebook “Help Find Diogo”, concebido para auxiliar a encontrar o jovem, página esta que entretanto ficou indisponível. Os amigos cancelaram as buscas após a descoberta.

Diogo Moreira trabalhava  num café e estudava na Universidade de Brighton. Na madrugada do dia 14, o jovem de 29 anos saiu da casa de um amigo, por razões que se desconhecem, sem levar a sua a carteira com os documentos e outros pertences. Desde essa altura, parentes, amigos e a polícia estavam à sua procura.

Segundo o jornal Público, nessa noite, depois de ter regressado de um festival em Leicester, Diogo Moreira mostrou-se “em baixo” e terá tido um ataque de pânico, de acordo com Joseph Ashwin, seu chefe no café Redroaster e com quem o português dividia uma habitação. Não era aí, porém, que o Diogo estava na madrugada de 14, mas sim em casa de um outro amigo, Jovan Popovic. Ashwin disse ao Público na terça-feira que, depois do suposto ataque de pânico, Diogo Moreira ter-se-á acalmado e adormecido. No entanto,às 4h, altura em que Popovic se levantou para ir à casa de banho, Diogo já não estava lá, tendo deixado a porta entreaberta.

A residência de Jovan Popovic fica perto da estação o que levou a polícia a pressupor que se pudesse tratar do português desaparecido. O corpo do Diogo encontrava-se na base de uma ravina, num estado que não possibilitava uma identificação imediata, identificação essa que teria de ser realizada por impressões digitais ou por teste de ADN.

Segundo um amigo do falecido, Diogo Moreira vivia na Inglaterra há cerca de oito anos e tinha acabado de terminar o primeiro ano do curso de Ciências Ambientais e Geologia na Universidade de Brighton.