Cónego João da Conceição morreu

igreja
O cónego João da Conceição serviu durante anos a Paróquia do Imaculado Coração de Maria.

O cónego João da Conceição faleceu e deixa a Diocese do Funchal mais pobre.

O sacerdote diocesano, que contava com 88 anos de idade, morreu ontem, na sua casa, no Funchal. O funeral acontece esta sexta feira, com missa presidida pelo Bispo da Diocese do Funchal, pelas 12h30, na Igreja Paroquial do Imaculado Coração de Maria, seguido de funeral para o jazigo da Diocese do Funchal, às 14h00, no Cemitério de São Martinho.

Segundo informação da Diocese do Funchal, o corpo do cónego João Gouveia da Conceição estará em câmara ardente, a partir das 10h00, na Igreja Paroquial do Imaculado Coração de Maria.

João Gouveia da Conceição nasceu no dia 08 de Março de 1927, filho de Manuel Gouveia da Conceição e de Maria da Conceição Fernandes.

Foi ordenado Sacerdote, no dia 19 de Setembro de 1953.

Dentro dos serviços eclesiásticos que desempenhou, na Diocese do Funchal, destacam-se os seguintes: – Cura da Paróquia de Santa Maria Maior: de Outubro de 1953 a Março de 1964. – Cura da Paróquia de Santo António: de Março de 1954 a Outubro de 1956. – Professor e Prefeito do Seminário Maior do Funchal: de Outubro de 1956 a Dezembro de 1960. – Pároco da Paróquia da Sagrada Família: de Janeiro de 1961 a Setembro de 1966. – Pároco da Paróquia de Santo António, Visitação e Santo Amaro: de Setembro de 1966 a Novembro de 1974. – Assistente dos Cursos de Cristandade na Diocese do Funchal: desde Outubro de 1982. – Membro do Cabido da Catedral: desde Dezembro de 1983. – Pároco da Paróquia do Imaculado Coração de Maria: de Setembro de 1984 a Setembro de 2009.

Segundo a Diocese informa no seu site, a vida deste sacerdote de serviço do Evangelho deixou um testemunho de pastor e de fidelidade à Igreja, nomeadamente no acompanhamento espiritual dos fiéis que lhe estavam confiados e nos Cursos de Cristandade, a cujo serviço dedicou grande parte do seu ministério.