Albuquerque como “leão” no PSD, como “cordeiro” no programa de Governo

Albuquerque foi sujeito a crítica (foto Rui Marote)
Albuquerque foi sujeito a crítica (foto Rui Marote)

O programa de Governo Regional esteve já sob fogo da oposição, principalmente do CDS-PP, que, especialmente pela voz de Ricardo Vieira, contestou fortemente a falta de “ousadia” do mesmo, em matérias concretas como, por exemplo, a aplicação da política fiscal.

Em termos de ousadia política, criticou Ricardo Vieira, o programa de Governo é “zero”, afirmou.

Aliás, Ricardo Vieira comparou a atitude de Albuquerque ao programa: “V. Exa. está aí nesse lugar devido à ousadia que teve. Mas em números, em objectivos quantificados, este programa é pouco autonomista, pouco regionalista”.

E concluiu dizendo que Miguel Albuquerque assumiu no PSD uma atitude de “leão”, mas que hoje “está aqui como cordeiro”.

As críticas relativas ao carácter generalista do documento foram partilhadas pela restante oposição.